sábado, 28 de junho de 2014

Mapa histórico do comércio da Av. Visconde do Rio Branco

A Avenida Visconde do Rio Branco (antiga Rua da Praia) foi durante grande parte da história de Niterói a principal via da cidade. Não apenas por se constituir no local por onde os moradores e visitantes chegavam do Rio de Janeiro, através do transporte marítimo, como por ser a "vitrine" de Niterói, sediando as principais lojas e divertimentos da cidade, inclusive a maior parte das salas de cinema da cidade na primeira metade do século XX. Era também a avenida para onde os moradores iam para "ver e serem vistos", desfilando pela rua, vendo as vitrines, e parando nos cafés e restaurantes.
Durante a pesquisa para o livro "Cinematographo em Nictheroy", ao perceber a importância dessa avenida para a história da cidade, fui tentando reconstruir seu passado, desvendando as mudanças urbanas, as transformações no comércio e as alterações na ocupação do espaço. A numeração dos imóveis se alterou por volta de 1913-1914 e tentei encontrar a equivalência entre os números antigos e os novos. Esse "mapa histórico" do comércio da Av. Visconde do Rio Branco é um resultado imprevisto dessa pesquisa e serve como ponto de partida para uma pesquisa mais aprofundada que, certamente, demandará a colaboração e o interesse de outras pessoas. Peço compreensão com as omissões e os possíveis erros. Acréscimos e correções são bem-vindas.

Instruções:
Cada célula representa um imóvel. A coluna da esquerda é a numeração antiga do imóvel, ao lado da numeração nova, que se manteve até hoje. Na extrema direita, o uso comercial atual e sua numeração, conforme verificado em 2012.


N° até 1913
N° após 1913
Estabelecimentos passados
Estabelecimento em 2012
N° atual
Rua Fróes da Cruz (Feliciano Sodré)



58
Castro D’Almeida (pneus, 1919)



?
?



?
?



161
Nictheroy Hotel Balneário (1929)


Rua Saldanha Marinho

163
Ribeiro e Irmão (1921)
Pastelara Kanimambo

67
165
Frontão Niterói (1911)  / Cinema Colyseu / Cinema Rio Branco (1940)
Show do real
165



Igreja Paz e Vida
171



Inter supermercado
175
79?

Ferragens e Tinta
Mundo das utilidades




Inter supermercado
175

177
Loteria Casa Betico





Clube dos cornos – Casa do vinho
193



Big Magic




Niterói Fruit (Hotel Sorriso no segundo andar – Marques de Caxias, n. 5)
197
Rua Marques de Caxias



Pastelaria

91 ou 97
205
Hotel Ferry o mais antigo desta capital (1919-33)
Hortifruti esperança
205
101

Casa de pasto, Bustamante & Cia (séc. XIX) / Bazar Souza Marques (1907)
Caixa econômica

103

Fábrica de cerveja – A Dias. De Carvalho & Cia (séc. XIX) / Au Bon Marchê chapelaria (1899) / Augusto de Figueiredo empório comercial (1911)
Metrópole
213

211
Padaria e Confeitaria Rio Branco – “próximo do Polyterpsia” (1919)
Hotel York
217



Centro comercial José carreteiro (Texas e Chantre)
225
109
233
Cervejaria Rio Branco / Cinema Polyterpsia / Cervejaria Rio Branco (1921)
Barcas Shopping
233

237
Casa Conveniência Móveis (1920)
111
239
Casa Guanabara (1907)
113

Padaria e confeitaria Rio Branco de Nunes e Co. (1911)
115

Drogaria e farmácia Cardoso (1911)
117

A bota elegante (1911)
119
241
Armazém de secos e molhados (XIX) / Banco União do Comércio (1907) / Cinema Internacional / Central Bar (1913)



Mania de biju
239
121
243
A jardineira (1905-1907) / Confeitaria Rio Branco / Charutaria Rio Branco (1920)
Ed. Santa Alexandrina
243

247
Drogaria Cardoso (1919)/ Alfaiataria Brasil (1932) /Estabelecimento Gráfico Vasconcellos (1932)
Sol nascente Hortifruti
247
125

A rosa de ouro, roupas (1911)
Rei do porco




Veste casa- toma lá dá cá-Agito dos pés


263
Casa José Bambino água mineral (1932)





Big Magic
257



Biju modas
261
Rua Marechal Deodoro



Restaurante popular
283
131

Cinematógrafo Fluminense
Competição móveis
285
135
283
Serraria Esteves / Bambino & Filho cervejaria Hanseática (1930)
Caçula

287

135

287
Serraria Esteves (1926-1930)

291
137
295
Éden-Cinema
Viggore móveis
295

301
Armazém de molhados J. Ferreira & Comp (1919) /Hotel Globo / Pensão Campista (1928-1930)
Lanchonete e dentista
301



Farmácia Drugstore (prédio novo)
305



Igreja evangélica e congregacional

145
315
Lotico da costa vaz, secos e molhados (1911) / Fotografia Rio Branco (1917-1932)
Lumir moda íntima
315
147
319
Pensão Almeida (1911-19) / Casa Confiança (1920) / Pensão Almeida (1921-1932)
Prédio novo
319
Rua São João

327
Mobiliaria Fluminense (1939)
Ibi financeira
327



Stylus




Bom preço
331



Texas
335



Pacheco




Texas carnes


337
Alfaiataria Rio Branco (1930)





Kik – Sonho dos pés
341

346
Casa confiança – móveis (1930)













353
Alfaiataria Rio Branco / Alfaiataria e joalheria Rio Branco (1945)
Açougue
351



Armadilha do corpo
357
Rua São Pedro
163
361
Ribeiro e Irmão, armarinho (1911); Casa Morena (1926)
Lanche capital
361
165?
363
Casa Pinaud [em 1907 ficava Marechal Deodoro, 18] (1910-1)? / Fábrica de flores Luiz Pinaud (1914) / A predileta (1917) / Casa Americana (1920-1939)



365
Casa Bordallo (1920)
Sbx


367
J. Bordallo – calçados (1919) /Casa paulistana / Leiteria e Sorveteria Sublime (1930) / Casa Garcia (1939) / Cunha Loterias (1964)



369
Casa de Móveis Confiança (1920-1939)
Foto Odeon e Rio Branco joalheria


375
Cinema Odeon
Tem tudo
375






379
Casa Iracema / Instituto Odeon / Casa Pérola (1940)



381
Casa Normal, linhas (1939)



385
Mobiliaria Progresso (1930-9)
Metrópole supermercado

181
?
Monteiro, Paz & C. aguardente
Extra


389
Joalheria Americana (1919-20) / Joalheria Ouro Branco (1928) / Confeitaria Central (1919-1937) / Pensão Central (1930), Café e Bar Central (1937-9) / Hotel Ibéria (1964)
Peixaria e hotel ibéria
389
Rua Coronel Gomes Machado

399
A Fructeria Brasileira (1914) / Loteria Casa Forte (1921) / Café e Bar Vista Alegre (1930-1942)
Muvuca Modas
Sobrado dividido em dois no térreo

399A
Casa Amorim
Relojoaria Azevedo
185
403
A Cooperativa / A Coorporativa [englobou o n. 187]
Drogaria Pacheco
403
187
Cinema Staffa (1908-1912) / Casa Martins
189
405
Cinema Nichteroy / Grande Emporio Commercial  / Bar Casa Central (1920’s) / Casa Pinto (até 1931)
Demolidos para a construção da Av. Ernani do Amaral Peixoto e os prédios ao longo da avenida.
191
409
Casa Souza Marques (1910-1940) / Confeitaria Palace (1941)
193
413
Hotel Marselha (séc. XIX) / Destilação Fluminense (1907) / Cinema Central / Cinema Chic / Drogaria Barcellos (1914-1941)
195
415
Café Brazil (1911) / Agência de Loteria - Casa Mascotte  (1917-1929) / A Garota (1933-9)
Sobrado: Centro de Imprensa (1914) / Dr. Waldemar Ferreira, urologia (1938)
197
417
Hotel, Restaurante e Café Paris (1910-1933) / Loteria Paris (1940)
199
421
Padaria (séc. XIX) / Cinema Rio (1909-1919) / Casa Vianna, calçados / Casa Bordallo calçados
201
425
Padaria e Biscoutaria Central (1909) / confeitaria / Café Londres (1913-1930) / Laboratório de Prótese por cima do Londres (1931)
Praça Martim Afonso

1
Fábrica de colchões (1914) / Casa Radium/Pensão Royal (1930)
Conjunto de prédios recuados formando a praça Martin Afonso que foi destruída com a construção da Av. Amaral Peixoto e dos prédios ao longo da avenida.

3
Elite Salão (1914) / Cine Royal

5
Perfumaria central (1940)

7
Casa Pathé (1920) / Café e Restaurante Fluminense (1928-1930) / Leiteria Fluminense

9
Confeitaria Luso-Brasileira (1910) / Casa São João (1934-7), comércio de vitrolas e rádios.
Edifício Sulacap (atual Ampla) / Farmácia (Rua da Conceição, n. 13)
429
Rua da Conceição

447
Café Santa Cruz (1908-1930)
Giza calçados
447

451
Fotográfica São Paulo (1920) / Banco Lotérico (1944-1964)



453
Fotografia Parracini (1914) / Restaurante S. Paulo (1917) / Loteria e charutaria A Protetora (1920) / Confeitaria e Bar Nictheroy/ Photo Lacerda (1930) / Redação metrópole (sobrado) / Escola Royal datilografia (1945)
Farmácia

211
455
Samuel Wiks, maquinista hidráulico (séc XIX) / Cinema Hélios / Cinema Central
Bingo Central – Ex-Cinema Central (fechado)

213
459
Livraria acadêmica (séc. XIX) / Cinema Hélios / Cinema Central

461



215
463

Café América
463
Rua José Clemente

481
Correios
Correios
481
Rua Aurelino Leal



499
Loteria do Estado do Rio (1919) /Loteria da integridade (1930)
California Lanches
499

505
Casa centenário – móveis (1930)
Taco
501-3

507
Casa centenário – móveis (1930)
Ponto Frio


521
Cia cervejaria polartica (1930) / Mesbla (1934)
Extra


523
Cia cervejaria polartica (1930) / Mesbla (1934)
Renner
505
Rua Quinze de Novembro

525
Cine-Theatro Imperial
Extensão do Plaza Shopping


527
Empresa Mercantil Fluminense (1929)

533
Ford

535
Hotel Imperial (1964)

537
Ford

539
Hotel Imperial (1928)

547
Hotel Imperial (1928)

551
Casa Atlas (embaixo) / Escola Royal (em cima) (1919)



559
Trapiche Souza & Cunha (1919) / Souza Gomes & Vi. Aguardente álcool (1921)



561
Casa Tavares (pianos)



569
Colchoaria Fluminense



573
Bar Antartica



627
Faluá do Grilo (1921)




 

4 comentários:

  1. Olá! Estou estudando a genealogia de um proprietário da citada "Faluá do Grilo, e ele possuía um depósito na rua Visconde do Rio Branco 313 em 1906. Você sabe me dizer qual a altura deste número, nesta rua, na época? Obrigada, Cristiane Caldeira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cristiane. Como vc pode ver, eu encontrei uma referência em 1921 ao Faluá do Grilo no n. 627. Possivelmente essa era a numeração nova para mesmo imóvel que outrora possuía o n. 313. Abs, Rafael

      Excluir
  2. Parabéns. Trabalho importante. Encontrei essa sua lista procurando o Hotel Ferry, que está nesta foto que postei no facebook. talvez vc goste de ver:

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10210873695064488&set=gm.1078668835519555&type=3&theater

    ResponderExcluir
  3. Obrigado, Roberto. E linda foto. Gostei muito!

    ResponderExcluir